104 FM - A mais legal!

Jornal 104FM

Deputados do Novo abrem mão de benefícios na Assembleia

Os três deputados estaduais mineiros eleitos pelo partido Novo protocolaram, na manhã desta terça-feira (22), requerimento na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) abrindo mão de regalias da Casa.
 A estimativa da bancada é de que serão  economizados, durante os quatro anos de mandato, R$782, 3 mil dos cofres públicos. No documento, Bartô, Guilherme da Cunha e Laura Serrano renunciam o recebimento de auxílio-moradia, cujo valor mensal é de R$4.377,73, e da ajuda de custo, conhecida como auxílio-paletó. 
O benefício, equivalente ao salário integral de um deputado, de R$25.322,25, é recebido antes do mandato se iniciar e também em seu encerramento. 
A renúncia desses penduricalhos foi uma promessa de campanha dos políticos.Os futuros parlamentares, que tomam posse em fevereiro, garantem ainda que vão enxugar pelo menos 50% das demais verbas de gabinete para assim gerarem uma economia conjunta para Assembleia de pelo menos R$ 4,5 milhões por ano.

Fonte: O Tempo