104 FM - A mais legal!

Jornal 104FM

Companheiro agride parceira com chutes e socos e foge em Arcos


Um jovem de 27 anos pode responder pela lei Maria da Penha, após ter agredido a companheira dele, de 29 anos, com socos e chutes na noite deste domingo (12), no Bairro Floresta, em Arcos.

De acordo com a Polícia Militar (PM), as agressões começaram depois que ambos fizeram uso de bebida alcoólica. Com as agressões, a vítima teve arranhões e algumas escoriações. Ela não teve ferimentos graves.

A PM ainda informou que o autor fugiu do local antes da chegada dos militares, mas foi identificado e deve responder pelo crime na Justiça.

Agressões contra mulheres
“Não existe mulher que gosta de apanhar. O que existe é mulher humilhada demais para denunciar, machucada demais para reagir, com medo demais para acusar e pobre demais para ir embora.”
A frase acima fica na recepção da Delegacia da Mulher em Divinópolis e mostra a realidade de muitas mulheres que convivem com a violência.

Em entrevista ao MGTV no último dia 8 de março, a delegada Maria Gorete Rios, da Delegacia da Mulher em Divinópolis, afirmou que os casos de violência contra a mulher são muitos e que alguns deles têm desfecho trágico.

De acordo com ela, denunciar é uma das formas de prevenir que as agressões não cheguem à morte, mas as mulheres também precisam cumprir regras.

“Temos orientação por escrito de medidas protetivas. Quando as mulheres assinam existem regras, inclusive para a própria mulher. Ela também não pode se aproximar do agressor. É uma faca de dois gumes, se ela se aproximar ela quebra o objeto da medida e perde o valor”, explicou Maria Gorete.

Fonte: G1 Notícias