104 FM - A mais legal!

Jornal 104FM

Show de Victor e Leo é cancelado após sertanejo ser indiciado


Victor Chaves foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais por suposta agressão contra a mulher, Poliana Bagatini, há cerca de um mês. Por conta da repercussão negativa do caso, a produção de um festival do Rio Grande do Sul, marcado para os dias 31 de maio a 14 de junho, em Pelotas, decidiu cancelar o show da dupla e divulgou um comunicado nas redes sociais nesta terça-feira (18). "A produção da 'Fenadoce é show', sensível às reações públicas, comunica que o show de Victor e Leo, marcado para o dia 14 de junho, foi cancelado".

SERTANEJO VIRA RÉU EM PROCESSO
A Justiça mineira aceitou a denúncia do Ministério Público e Victor agora é réu em processo por contravenção penal. A mulher do cantor fez um boletim de ocorrência no dia 24 de fevereiro contra o marido após uma briga no apartamento da mãe do músico, que mora no mesmo condomínio. "A Polícia Civil, diante das provas coletadas, concluiu pelo indiciamento de Vitor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima", afirmou a corporação em nota oficial.

LAUDO PARA LESÃO CORPORAL DEU NEGATIVO
O caso foi investigado pela delegada Danúbia Quadros, que divulgou que o exame de corpo de delito de Poliana foi negativo para lesão corporal, isto é, não havia comprovação de lesões aparentes. "Não existe lesão aparente na Poliana, de acordo com o laudo do IML. O exame de corpo de delito para lesão corporal deu negativo. Lesão corporal e agressão/vias de fato são coisas diferentes. Empurrões, tapas e posturas que não deixem a vítima lesionada não aparecem no exame de corpo de delito, não deixam vestígios. Agora ele está sendo investigado por agressão/vias de fato", ressaltou. Em uma entrevista à TV Globo, Victor negou a agressão. "Minha família é meu bem maior. Eu só quero preservar minha família de toda a exposição negativa que vou ter que carregar. Jamais seria capaz de agredir alguém, principalmente minha mulher, que está grávida do João", disse ele, na ocasião.

Fonte: Purepeople